Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Publicidade RML

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
   
Capa
Entrevistas
Equipe
Mural
News
Contato
Reviews
CD's
DVD's
Demos
Magazines
Shows
Multimídia
Fotos
Links
Bandas
Zines
Gravadoras
Rádios
Diversos

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
Untitled Document
 
 

Versão para impressão .

Enviar por e-mail .

Receber newsletter .

Versão PDF  .

Relatar Erro [erro]

 

Redação
por: Valterlir Mendes

ALTERA O
TAMANHO DA LETRA
  Ir para a Página do Colunista
 

CHAOS SYNOPSIS - Kult Ov Dementia


CHAOS SYNOPSIS
“Kult Ov Dementia”
Psycho Records – Imp.


Para começar confesso que sou fã do Chaos Synopsis, desde sua Demo “Garden of Forgotten Shadows”, onde esses psicopatas da cidade de São José dos Campos apresentaram um Thrash/Death Metal matador! No caminho esses caras ainda lançaram um single e um EP (“2100 A.D.” e “Postwar  Madness”). Então, sinceramente, não sei se sou o cara certo para comentar um álbum que desde a primeira Demo já dava para se ter uma ideia de como seria. Mas vamos lá! O álbum “Kult Ov Dementia”, foi lançado em 2009 pela Free Mind Records e apresenta o ápice da destruição daquilo que Jairo (baixo e voz), Vitor Fryggy (bateria) e Marloni Santos (guitarra e backing vocals), querem mostrar em suas composições (para quem já os viu ao vivo, sabe do que estou falando). O que escutei me surpreendeu muito. O grupo se superou em maturidade, apresentando uma sonoridade extremamente trabalhada sem deixar de ser violenta e muito empolgante. Vamos ao que interessa, né? Compre o CD e coloque o play para rodar (para sua segurança, afaste os móveis para o caso de você se empolgar e não destruir a mobília). O primeiro ataque visceral fica por conta de “Postwar Madness”, que de forma absurda já dá o recado do que virá a seguir. A monstruosa “Sarcastic Devotion” soma velocidade e técnica ao massacre sonoro e o que se segue são mais oito pedradas todas tocadas de forma excepcional com riffs ferozes saindo de guitarras pesadas e uma cozinha extremamente coerente. Destaco aqui também as faixas: “LXXXVI”, “2100 A.D.” e “Spiritual Cancer”, que é a melhor música do disco, em minha opinião. Enfim, dez petardos que farão seu pescoço balançar automaticamente. O álbum tem uma produção acima da média, assinada Fábio Sperandio (Ophiolatry e Laboratório 6) que gravou, mixou e masterizou as faixas de forma excelente. O encarte é outro destaque, desde a arte de frente de capa, até as informações técnicas. Tudo feito de forma muito profissional e criativa. O disco alcançou reconhecimento internacional em 2010 quando foi relançado com duas faixas bônus (“Zombie Ritual”, cover do Death Cover e “A Batalha Final”) pela gravadora polonesa Psycho Records. Esse lançamento rendeu ao Chaos Synopsis uma tour naquele país no mesmo ano, onde eles fizeram oitos apresentações.

Site: www.myspace.com/chaossynopsisbr

Resenha por Chakal
 
 
Busca no site
 
Veja tambm